A COMUNIDADE ESCOLAR SE POSICIONA CONTRA A VOLTAS AULAS.

Atualizado: Out 8


Na EMEF Educandário Dom Duarte, onde temos dois projetos em andamento - “Eu tenho Corpo, Voz e Fala” e “Empoderamento Estudantil”, a comunidade foi unânime na reunião do conselho - representantes de funcionários, professores, familiares, da gestão e estudantes votaram contra a retomada de atividades presenciais em outubro, mesmo que parcialmente. A reunião foi nessa sexta, 02 de outubro e teve um quorum recorde de cerca de 60 participantes.

A discrepância entre as promessas dos políticos e a realidade escolar é imensa. Apesar de anunciarem que estão preparando as escolas com rígidos protocolos de segurança, o que se vê na instituição de ensino é uma situação bem diferente. Não tem álcool gel, não tem professor sentindo-se seguro para voltar, equipes terceirizadas de limpeza e merenda estão com contratos suspensos e nem mesmo o sabão está garantido.

Frente a esse descompasso os alunos do grêmio da escola, que participam do projeto ComViver de empoderamento estudantil, mantém firme seu posicionamento contrário a volta às aulas presenciais até que a população tenha sido imunizada pela vacina. “A saudade de todos vocês é grande, mas temos de ser firmes agora, pois não queremos transformar nossa escola em um grande velório. Queremos voltar para a escola, mas com segurança”, disse a aluna Giovanna, do nono ano, membra assídua do grêmio.


Giovanna Santos, aluna do nono ano do ensino fundamental e membra do grêmio estudantil da EMEF Educandário Dom Duarte.

Posts recentes

Ver tudo

Tem que gostar de gente!

Por que o “Instituto ComViver” se entendeu tão rápido com a “Comitiva do Bem”? Prof. Daniel Brito Depois de cozinhar e porcionar 234 marmitas, mais o almoço de quase vinte voluntários, separar roupas